P003 (NIAGARA) and P004 (DJ NIGGA FOX) reviewed for BODYSPACE

Apreciação sobre a Príncipe e o Momento através dos discos de Niagara e Nigga Fox. Cliquem no título para ler o artigo completo.

Overview of Príncipe and The Moment through Niagara and Nigga Fox‘s EPs. Portuguese language only. Click title for full feature.

Third World Posse

Por Paulo Cecílio

Hoje em dia não é difícil gerar publicidade. Pegue-se na faixa mais rudimentar possível, cole-se-lhe o rótulo “étnico”, “periférico” ou “exótico” e, prontamente, hordas atrás de hordas de estudantes de design pós-brancos acorrerão que nem moscas a um garrafão com água de bacalhau a esta “nova” música, sedentos de mostrarem que navegam a crista da onda indie, prontos a esfregar-nos na cara a bandeira do multiculturalismo e do respeito mútuo e da autenticidade seja lá isso o que for, alagando as discotecas da cena desta vida com o suor dos vinte e poucos anos de uma existência sem saber dançar. É isso que faz com que, por exemplo, haja gente que faz crowdsurf em Omar Souleyman, muito provavelmente um dos hypes mais estranhos da memória recente.

Por outro lado, Sr. Gershwin, música é música. Não é preciso sair na capa de um jornal ou sofrer do backlash resultante para encontrar nalguma coisa algo que soe a vitalidade. Sem sequer precisar de soar a vitalidade: tem ritmo, melodia mínima, dá para ficar todo cego e dançar com gente bonita? Então que se foda tudo o resto, os rótulos, o marketing, as críticas e não-críticas. A última frase do parágrafo em cima é auto-referencial. Omar Souleyman, para muitos outros, não existe por ser um objecto estranho: existe porque propicia o divertimento. Existe porque é charmosamente punk no seu método. Uma aura que paira igualmente sobre a Príncipe, editora que tem dado a conhecer inúmeros bedroom names que de outra forma ficariam perdidos nos seus guetos, apesar de, sim, nos parecer mais uma cena lisboeta do que outra coisa. Mas se não cola no resto do país é problema do resto do país; os Niagara e Nigga Fox, e Marfox e tantos outros nomes, não têm culpa nenhuma.

——————–

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: